Seguidores

sábado, 28 de outubro de 2017

Paleo - desmistificando

Paleo - desmistificando


Depois de ter publicado a foto e post da perca de peso de ter passado de 63,700 para 54,500kg e da alimentação Paleo, muitas questões foram colocadas por vós… Aviso já que o post vai ser logo.

Como vim parar ao paleo foi através da minha amiga Alexandra, ela adicionou-me a um grupo e andei por lá a vontade uns 6 meses, só a ver, só a tentar perceber,  só a matar a curiosidade…

Depois houve uma ou outra seguidora que me questionava como adaptar isto e aquilo a uma versão saudável , no seguimento deste estilo paleo e eu  ia fazendo e gostando…

Até que em Março o meu Marido tirou-me uma foto, e quando olhei para a foto não me reconheci… fiquei em choque… A verdade é que também tinha sido mãe pela 4 vez em fevereiro e o Mateus tinha 21 meses… ou seja foi uma gravidez em cima da outra… e estava com 63,700gr e eu apesar de nas fotos não parecer sou um porta-chaves , uma meia leca…de  um metro e meio, ou seja esta bem acima do meu peso… parecia uma bolinha de Berlim sem creme…. Hehehe.

E decidi que era hora de mudar, que tinha de por um ponto final, e não queria fazer uma dieta restritiva, ou só por um período de tempo, queria e quero algo que me desse a perca de peso e apostar na saúde também…

Uma das melhores coisas que decidi fazer, pois a 6 meses que não sofro de enxaqueca, coisa que sofria.  A verdade verdadinha é que não sou nenhuma expert na matéria, o que sei foi o que fui pesquisando e lendo e adaptando.

A maior parte da informação veio daqui : http://paleoxxi.com/, daqui porque é uma vertente mais descomplicada, não tão rigorosa e restritiva.
E acho que devem ler de mente aberta, e tem lá tudo, tudo muito bem explicado.

Mas talvez se eu tentar explicar por palavras mais simples, consigam entender…

O que é a “dieta” do Paleo?

Para mim não é uma dieta, mas sim um estilo de vida.
É comer limpo, sem aditivos, corantes, conservantes, produtos modificados, açucares, glúten.

Comer o mais natural possível.

Isso implica deixar de comer massas, pães com as farinhas de trigo ou derivados, bolos,  deixar o leite de vaca, bolachas e bolinhos, chocolates, cereais …

Parece difícil certo? Mas não é, basta força de vontade, pois quase todos os produtos transformados carregados de açúcares, glúten e aditivos, podemos fazer em casa com farinhas alternativas.
Mas atenção na perda de peso ingerir pão, bolos, bolachas, mesmo que feitos com farinhas alternativas, não vai perder o peso que deseja, afinal não deixam de ser ricas em hidratos de carbono e por consequência o peso não diminui.

Mas todos precisamos de um mimo de vez em quando, e se for saudável ainda melhor.

O que comer então preguntam vocês?
Carne, peixe, muitos legumes, ovos,  marisco, biológicos de preferência , mas claro nem todos temos “carteira” para poder comer carne criada no campo, ou de produção própria, ou peixe vindo do mar, e há quem não entenda isso… mas cada um sabe de si, não deixe que isso seja um impedimento para começar.

Existe mil e uma maneira de comermos a mesma coisa, sem parecer que estamos a comer a mesma… legumes não tem de ser somente cozidos ou saladas… podem ser grelhados, assados no forno, estufados, salteados….

Gorduras: opte por gorduras boas, óleo de coco, azeite extra virgem, manteiga ou ghee. Não é obrigatório o uso do óleo de coco, mas o mesmo trás imensos benefícios. Abandone por completo as margarinas e os óleos refinados.

Fruta:  Abacate ( é cheio de gorduras boas, e bastante sanciante ) frutos vermelhos (ati-oxidantes), com moderação….


Aqui encontra o que deve evitar : http://paleoxxi.com/a-evitar/

 E depois existe a zona cinzenta, que é o que pode comer, mas pontualmente, não fazer disso um hábito. http://paleoxxi.com/a-evitar/

O jejum … bicho de sete cabeças… 

Primeiro não é obrigatório fazer jejum,  segundo não deve forçar o seu corpo a aceitar o jejum…
O jejum vem com o tempo,  pois quando começar a comer bem, a deixar os açúcares fora da sua alimentação e o glúten , e comer  saudável, vai ficar mais saciada, e vai começar a comer quando realmente tem fome e não de 3 em 3 horas como nos ensinaram…

Eu demorei  5 meses até começar a conseguir não tomar o pequeno almoço…  por isso leve o seu tempo, não forçe… e se comer as 20h da noite e conseguir só tomar o pequeno almoço as 08h da manhã… parabéns já fez o seu primeiro jejum de 12h…. neste momento eu janto e não abdico de jantar, pois é um momento em família, a única refeição na qual estamos todos juntos a mesa., faço-o por volta das 21:30, acordo as 06h da manhã e tomo o chamado turbinado 150ml de café + 1 colher de chá de óleo de coco e 1 colher de café de canela em pó, depois almoço por volta das 13:30… até lá não sinto fome… bebo bastante agua ou chás, sempre sem açúcar ou adoçantes,  ou seja basicamente faço duas refeições por dia… a não,  não tenho fome, e tenho bastante mais energia do que antes, e se há um dia ou outro que o almoço é mais fraco a meio da tarde como um punhado de frutos secos, uns palitos de pepino ou pimento vermelho ou cenoura crua, ou um pedaço de queijo…
( as vezes a fome não é fome é sede), vão compreender isso mais para a frente… mas deixo aqui uma dica, sempre que acharem que tem fome, bebam dois copos de água primeiro… mas isso é agora 6 meses de paleo… de inicio tinha de comer de manhã… e o que comer de manhã… comia 2 ovos  mexidos, ou cozidos com presunto parma ou bacon,  queijo gouda ou da ilha, frutos vermelhos, ou outra fruta como: kiwi, papaia, abacate, ou frutos secos, iogurte grego naturalcom granola caseira, feita somente com frutos secos e um pouco de aveia sem glúten,  ao fim de semana fazia pão de frigideira, ou panquecas… sempre com farinhas alternativas, sempre acompanhado com café, mas pode beber chá.

Ai, mas agora tenho de mudar a alimentação toda lá em casa e os meus filhos e marido não vão nessa e eu só para mim tenho preguiça de cozinhar a parte…CALMA… há solução para tudo…  A comida paleo,  não é diferente do que já fazia ai em casa, a diferença esta no que usava para cozinhar a mesma coisa.

Ex: Frango guisado, faz igual, o tomate usa fresco, a polpa faz a sua caserira sem conservantes e aditivos, o azeite usa extra virgem, e se não passa sem o caldo de galinha, faça o seu em casa e use… e acompanhamento, se não consegue convencer os seus a deixar as massas e o arroz e as batatas fritas… tenha sempre para si no congelador legumes, brócolos, couve-flor, espinafres, ou no frio tomate, alface, curgete… isto porque depressa salteia uns espinafres ou coze uns brócolos, ou rala e salteia uma curgete e ai esta o seu acompanhamento…

Vai fazer peixe com legumes, faça com batata-doce.

Ou seja mantenha a proteína igual para todos, e mude o acompanhamento… não é assim tão difícil.

Depois, como havia o Blogue e a página do Bimby truques e dicas, e comecei a colocar receitas paleo e não paleo, a página estava a ficar confusa e quem era paleo, para encontrar algo que não fosse era mais complicado… e a Catarina outra seguidora sugeriu que criasse páginas distintas e assim nasceu a Bimby na caverna, onde só encontra receitas paleo.

As receitas estão todas juntas no mesmo blogue, gerir um já complicado, gerir dois era impossível .
Aqui fica a tag com as receitas paleo:  https://bimbytruquesdicas.blogspot.pt/search/label/Paleo



Se me esqueci de algo digam.