Seguidores

domingo, 27 de agosto de 2017

Dourada ao vapor com legumes e ovo - Cozinhar em pirâmide 2 em 1.

Dourada ao vapor com legumes e ovo - Cozinhar em pirâmide 2 em 1.

E para o almoço saiu uma bela douradinha a vapor, os alimentos cozinhados ao vapor têm outro sabor e mantém todas as vitaminas e sais minerais.
E é uma forma de rentabilizar toda a capacidade da bimby, pois cá em casa em casa temos os miúdos os esquisitos dos legumes, e embora os consiga fazer comer nos gratinados e nas bolonhesas e sopa, assim inteiros não vão lá. Então para mim fiz a dourada num papelote já com os legumes, batata-doce, curgete, e cenoura, e couve-flor e ovo, e para eles fiz as douradas no tabuleiro e as batatas pequenas com os ovos no cesto.
Assim com pequenas diferentes é possível fazer ao mesmo tempo para todos, muitas das vezes a proteína pode e deve ser a mesma e mudamos somente o acompanhamento.




Receita para 4 pessoas

Ingredientes:

4 Douradas medias
12 batatinhas novas pequenas
4 ovos
¼ de couve flor só os floretos
¼ de curgete as rodelas
½ cenoura as rodelas
½ batata doce as rodelas
Rodelas de limão
Azeite q.b
Sal q.b
Salsa q.b
1lt de água

Preparação:

Numa folha de papel vegetal coloque a cenoura, a curgete, e a batata em camadas.



Coloque 1 dourada por cima, coloque 3 rodelas de limão dentro da dourada, tempere com salsa picada, sal e azeite.



feche o papelote e coloque na varoma, junte a couve-flor e os ovos.



No tabuleiro da varoma, coloque uma folha de papel vegetal e coque as restantes douradas e feche o papelote.


Feche a varoma e reserve.

No colo coloque a água, o cesto com as babatas, sal q.b, feche a tampa, coloque a varoma por cima e programe 40min/ tem. Varoma/vel2.

Quando terminar retire dos papelotes e sirva quente.


Porque é importante usar o papel vegetal quando cozemos peixe na bimby, ler aqui: https://bimbytruquesdicas.blogspot.pt/search/label/Cozer%20peixe%20em%20seguran%C3%A7a.

Doce de ameixas

Doce de ameixas

Mais uma vez andamos por aqui a aproveitar a fruta da época, e uma das soluções é recorrer as compotas e doces. Pois assim podemos tirar partido dessa fruta noutras alturas do ano, usando as mesmas para rechear bolos e tortas, para comer no pão ou em torradas, e assim acabamos por poupar.
Também é uma ótima ideia para oferecer junto de um cabaz como prenda de natal.

Se fizer como a receita diz e a seguir a cozinhar e enfrascar fizer a pasteurização, tem compota que dura o ano todo.

E outra coisa que não vale é cortar no açúcar, pois a função do açúcar na compota não é só adoçar é também conservar. E ninguém come um pote de doce sozinho num dia.
Se preferir pode fazer compota sem açúcar, deixo aqui o link da receita, mas esta só se conserva no frio durante 15 dias.

Ingredientes:


800kg de ameixa sem caroço e com casca
400gr de açúcar amarelo
1 pau de canela
1 casca de limão

Preparação:
Lave e tire os caroços as ameixas e coloque no copo pique 5 seg/vel7, junte o pau de canela. A casca do limão e o açúcar, feche a tampa e programe 40 minutos / varoma / vel. colher inversa ( use os 120º na TM5)

Retire o pau de canela e a casca e coloque o doce ainda quente em frascos esterilizados, eu esterilizo num tacho com água e deixo ferver 15 minutos, depois tiro e coloco o doce quente nos frascos quente e fecho os frascos, volto a meter num tacho com água (até +/- 2/3 do frasco) e depois da água começar a ferver, deixe ficar a ferver durante 20 minutos.


Depois com muito cuidado retire os frascos do tacho e vire-os com a tampa para baixo e deixe assim até terem arrefecido completamente.
Desta forma pode guardar na despensa, não necessita de frigorífico a não ser depois de aberto o frasco.



sábado, 26 de agosto de 2017

Sopa de espinafres com curcuma e omeleta de legumes – cozinhar em pirâmide 2 em 1


 Sopa de espinafres com curcuma e omeleta de legumes – cozinhar em pirâmide 2 em 1

Já estava com saudades de uma bela sopinha, e com tantos legumes cá em casa tive de aproveitar e saiu esta sopa sem batata, mas muito cremosa e saborosa.
E para aproveitar o tempo e a mesma fonte de energia saiu uma bela omeleta de legumes, ficado assim com uma refeição completa e saudável.






Rende 4 sopas

Ingredientes sopa:
630gr de chuchu
180gr de alho francês
300gr de abóbora
250gr de curgete
170gr de espinafres
200gr de água
1 colher de chá de curcuma em pó
Azeite e sementes de abobora torradas para servir

Omeleta:

6 ovos
½ Pimento vermelho
½ Pimento verde
1 cebola pequena
Sal e pimenta q.b
30gr de azeite

Preparação omeleta:

Parta a cebola e os pimentos em fatias, coloque no copo da bimby, juntamente com o azeite e refogue 7min/120º/vel. Colher inversa. (na tm31 use a temperatura varoma).

Escorra a água dos legumes e coloque num recipiente.

Sem lavar o copo coloque os ovos, o sal e a pimenta e bata 30seg/vel4, retire e junte aos legumes.
Forre o tabuleiro da varoma com papel vegetal e verta a omeleta. Reserve.



Lave os espinafres e coloque na varoma, deixe uns buraquinhos descobertos para o vapor passar e a omeleta cozinhar em condições.


No copo limpo coloque os chuchus, o alho francês, a curgete e pique 7seg/vel 5 (desta forma permite que os legumes diminuem o volume e permite colocar mais, junte a abobora, a água, o sal e feche o copo, (pode parecer que fica cheio de mais, mas estes legumes perdem muita água com a cozedura).



Coloque a varoma em cima e cozinhe 35min/ tem.varoma/vel 2.

Quando terminar, retire a varoma, verifique se os legumes estão abaixo do limite máximo.



Feche,coloque o copo medida e triture progressivamente 1 min/vel 3/5/7. Junte a curcuma e os espinafres e envolva 30seg/Vel 3 colher inversa.

Sirva em pratos, decore com um fio de azeite extra virgem e as sementes de abobora tostadas.


Retire a omeleta do papel vegetal corte em pedaços e acompanhe com a sopa.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Panquecas de presunto e queijo gouda.

Panquecas de presunto e queijo gouda.

Para o pequeno apetecia-me algo salgado e bom e rápido.
E saiu esta panqueca deliciosa.

Aqui esta mais uma ideia de pequeno almoço ou de uma refeição para a marmita é um dois em um.





1 unidade

Ingredientes:
1 Ovo
10gr de farinha de caju
10gr de óleo de coco
15 gr de presunto (1 fatia)
25gr de queijo gouda
1 Pitada de sal
1 Pitada de orégãos

Preparação:
Coloque no copo o queijo e o fiambre e pique 3seg/vel5, junte os restantes ingredientes e misture 10seg/colher inversa.
Coloque um pouco de óleo de coco numa frigideira e aqueça, verta a massa e baixe o lume e tape, deixe cozinhar até a parte de cima estar firme, depois vire e deixe cozinhar.

Servi com espinafres salteados e fruta.

Bolo de figos frescos, canela e nozes

Bolo de figos frescos e canela

Com tanto figo… decidi fazer a experimentar um bolo de figos…
Pareceu-me bem juntar sabores que me lembram o outono, canela e nozes, sei que os figos são uma fruta de verão… mas talvez pela cor verde e acastanhada me lembrem o outono, que é a minha estação do ano preferida, então aos figos juntei canela…
E saiu um bolo húmido e muito saboroso para acompanhar um chá gelado.






Ingredientes:
350gr de figos com casca e sem pé
150gr de manteiga
100gr de leite
300gr de açúcar amarelo
1 colher de chá cheia de canela
5 ovos L
350gr de farinha tipo 55
5gr de fermento em pó para bolos
50gr de nozes picadas

Ingredientes cobertura:
230 g açúcar
1 clara de ovo M
1 c. chá sumo de limão
Figos frescos a gosto para decorar.

Preparação massa:
Coloque na bimby os figos, o açúcar, a manteiga, o leite e bata 1mint/ vel 4.
Junte os ovos e bata 1 min/vel3, junte a farinha e o fermento e as nozes e envolva 10seg/vel 3,5. Caso não fique bem envolvido faça o restante com a ajuda da espátula.

Barre uma forma com manteiga e farinha e verta a massa, leve ao forno pré-aquecido a 180º durante 40 minutos ou até o palito sair seco. Deixe arrefecer uns 10/15 minutos antes de desenformar

Cozer na fussioncook, barre a cuba com manteiga e farinha, verta a massa, feche a tampa com a válvula aberta e selecione no menu cake e coloque 50 minutos, deixe arrefecer uns 10/ 15 minutos dentro da fussion antes de desenformar.

Deixe arrefecer antes de colocar a cobertura.

Preparação cobertura:
Com o copo limpo e seco, pulverize o açúcar 15 seg/vel 9.
Adicione os restantes ingredientes e programe 10 seg/vel 6. Coloque o glacê sobre o bolo e decore com os figos.


Espero que gostem

Doce de figo com vinho do porto.

Doce de figo com vinho do porto

Este ano as árvores estão todas carregadinhas de frutos, doces e maravilhosos, é tanta a abundância que a que aproveitar a fruta da época, e uma das soluções é recorrer as compotas e doces. Pois assim podemos tirar partido dessa fruta noutras alturas do ano, usando as mesmas para rechear bolos e tortas, para comer no pão ou em torradas, e assim acabamos por poupar.

Também é uma ótima ideia para oferecer junto de um cabaz como prenda de natal.

Se fizer como a receita diz e a seguir a cozinhar e enfrascar  e fizer a pasteurização, tem compota que dura o ano todo.

E outra coisa que não vale é cortar no açúcar, pois a função do açúcar na compota não é só adoçar é também conservar. E ninguém come um pote de doce sozinho num dia.




rendeu 5 frascos de 150ml.

Se preferir pode fazer compota sem açúcar, deixo aqui o link da receita, mas esta só se conserva no frio durante 5 dias ou pode congelar.


Ingredientes:
1200kg de figos (usei pingo mel)
500gr de açúcar amarelo
1 pau de canela
100gr de vinho do porto ruby

Preparação:
Lave os figos, e  e tire o pé, pode colocar inteiros, eu preferi abrir ao meio, para ver se por dentro não morava algum bicharoco, sendo que os figos são biológicos, não queria correr o risco de estar a por proteína na compota…e seque-os com papel de cozinha.

Coloque no copo os figos, o vinho, o pau de canela e o açúcar, feche a tampa e programe 40 minutos / varoma / vel. colher inversa ( use os 120º na TM5)

Retire o pau de canela e triture 30seg/vel5.

Coloque o doce ainda quente em frascos esterilizados, eu esterilizo num tacho com água e deixo ferver 15 minutos, depois tiro e coloco o doce quente nos frascos quente e fecho os frascos, volto a meter num tacho com água (até +/- 2/3 do frasco) e depois da água começar a ferver, deixe ficar a ferver durante 20 minutos.


Depois com muito cuidado retire os frascos do tacho e vire-os com a tampa para baixo e deixe assim até terem arrefecido completamente. 
Desta forma pode guardar na despensa, não necessita de frigorífico a não ser depois de aberto o frasco.


Assim consegue manter bem conservado o ano inteiro.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Pizza com presunto, rúcula e figo – Paleo

Pizza com presunto, rúcula e figo – Paleo

Os meninos queriam pizza para o jantar, e já a muito tempo que não fazia pizza, queria fazer com base tipo as normais mas sem usar a farinha de trigo, é claro que não consegui e acho que não se consegue, a mesma textura e elasticidade da massa de pizza normal, as farinhas alternativas são mais pesadas e não tem glúten. Mas fiquei bastante contente com o resultado final e a massa fica firme o suficiente para poder comer fatias de pizza a mão sem se partirem.
Gostei tanto que não senti falta da dita massa normal.






Rende  pizza familiar ou duas medias.

Ingredientes Massa:
200gr de amêndoas sem pele
100gr de farinha de coco ( a bimby faz)
100gr de leite de coco
30gr de azeite virgem
1 C. de café de fermento bolos sem glúten
1 C. café de sal
4 ovos L

Ingredientes cobertura:
100gr de molho de tomate usei este:
150gr de queijo mozzarela
1 mão cheia de rúcula
80gr de presunto parma
4 figos
Orégãos q.b


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º

Coloque no copo bem seco as amêndoas e pulverize 5seg/vel10, junte os restantes ingredientes e misture 30seg/vel4.

Forre um tabuleiro ou uma base para pizza com papel verta a massa e espalhe com as costas de uma colher.



Leve ao forno cerca de 10 minutos. Ou até estar dourado, o tempo pode variar de forno para forno.
Retire e coloque o molho de tomate, o queijo ralado e os orégãos e leve novamente ao forno por 5 minutos ou até o queijo derreter.

Retire a pizza do forno, coloque a rúcula, o presunto e os figos partidos em quartos e sirva.


Bom apetite.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Bolo de iogurte e chocolate

Bolo de iogurte e chocolate

Estava mortinha por experimentar cozer um bolo na fussioncook e neste fim de semana foi dia.
Pediram-me para levar um bolinho para a praia, por isso saiu este assim simples, sem cremes, recheios ou coberturas, só com umas farripas de chocolate para enfeitar.
Esta receita é do livro que vem com a máquina, só adaptei as quantidades e as velocidades e tempos a bimby.
Antes de me aventurar a fazer os meus bolos tenho de ver como funciona com as receitas testadas por eles.
Dá um bolinho grandinho, e muito fofo e saboroso, e adorei a ideia de a máquina desligar sozinha quando acaba de cozer, sem eu me preocupar se me esqueço ou não do bolo no forno, tal como a bimby.







Ingredientes:

4 ovos L
360 de açúcar
2 iogurtes naturais ou se aromas
100gr de leite
120gr de óleo
80gr de maizena
55gr de cacau em pó
270gr de farinha tipo 55
5gr de fermento de bolos

Preparação:

Insira a borboleta no copo, coloque os ovos e o açúcar e bata 6 min/37º/vel 3.  Junte o leite, o óleo e o iogurte e envolva 1mim/ vel 3.

Junte a maizena e o cacau e envolva 15seg/vel 3 , junte a farinha e o fermento e envolva 10seg/vel 3.

Para cozinhar na fussion, unte a cuba com óleo, verta a massa, feche a tampa com a válvula aberta. Selecione no menu a opção cake e aumente o tempo para os 50 minutos, quando terminar, deixe lá ficar 15 minutos antes de desenformar.

Para cozer no forno, barre uma forma com manteiga e farinha, verta a massa e leve aos forno pré-aquecido a 180º, durante 40 minutos ou até o palito sair seco.


Espero que gostem.

Papa de aveia, Pera e banana – Bebés

Papa de aveia, Pera e banana – Bebés

(a partir dos 6 meses ou com indicação do seu pediatra)

Aqui fica mais uma papa caseira, sem glúten e sem açúcares adicionados.

1 dose

Ingredientes:
100gr de água (para leite ler dicas no fim)
20gr de aveia em flocos
80gr de pera
40gr de banana



Preparação:

Coloque no copo da bimby a banana e a pera e triture 5seg/vel5, junte a aveia e a água e programe 3 minutos/100º/vel2, (se for servir assim feita com água triture agora) 30seg/vel7.
Retire e espere amornar para servir.

Se for usar leite materno ou adaptado triture depois de amornar e juntar o leite.

Truque e dicas:

- Pode usar qualquer tipo de leite ou bebida vegetal, ou água, nas mesmas quantidades.

- Se o seu bebé consome leite adaptado, faça a papa com água, deixe arrefecer até aos 60º e junte a quantidade de leite em pó respectivo as 100ml de água e misture 30seg/vel7

- Se o seu bebé, bebe leite materno, reduza a água para 80gr, deixe arrefecer até aos  40º e adicione leite materno até ter a consistência desejada. (não é perfeito eu sei, mas o leite materno não deve ser aquecido a mais de 40º)

Já sei que vão querer saber mais sobre estes saquinhos, podem ver tudo aqui nesta página:




sábado, 19 de agosto de 2017

Bolo de noz cenoura e caramelo salgado

Bolo de noz cenoura e caramelo

Este bolo é surpreendentemente bom, eu diria que não vai conseguir parar de comer, a combinação de pedaços de noz, cenoura e canela, com a cobertura e recheio de mascarpone e caramelo salgado, é uma coisa do outro mundo. Se soubesse que é era tão bom já o tinha adaptado a bimby a mais tempo. Este é sem dúvida nenhuma um bolo a repetir imensas vezes.
Obrigado a Família Guerreiro que me enviou o vídeo e me pediu para o adaptar, não segui a receita a risca em termos de quantidades.






Ingredientes
120gr de miolo de noz + 150 gr para decorar
300gr gr de cenoura  ralada ( ralei no ralador fino, fica tipo farripas, mas se quiser ter menos trabalho pode picar na bimby 5seg/vel5)
6 ovos
100gr de óleo (usei de coco)
250gr de açúcar amarelo
1 colher de chá de aroma/essência de baunilha
300gr de farinha tipo 55
1 colher de chá generosa de canela em pó
1 colher de chá de fermento para bolos

Caramelo salgado:
200gr de açúcar branco
200gr de natas
30gr de manteiga
½ colher de café de sal

Cobertura e recheio :
500gr de queijo mascarpone
400gr de natas com 35% de gordura * (usei Aldi)
*As natas tem de estar bem frescas e o copo bem limpo e seco antes da as bater
80gr de açúcar

Preparação caramelo:
Em primeiro faça o caramelo, para este arrefecer e ganhar consistência.
Numa frigideira anti-aderente coloque o açúcar e leve ao lume até o mesmo ficar acastanhado e sem grumos, retire do lume e incorpore as natas aos poucos com a ajuda de uma vara de arames ou colher de pau no caramelo, sempre a mexer, quando junta as natas parece que o caramelo vai talhar, é mesmo assim, leve novamente ao lume, junte a manteiga e o sal e mexa até ficar completamente homogéneo. Deixe arrefecer completamente antes de colocar no bolo.

Preparação bolo:
Pré –aqueça o forno a 180º

Descasque e rale as cenouras, reserve.
Coloque no copo as nozes e pique 5seg/vel4, retire e reserve.

No copo limpo coloque a borboleta, junte os ovos, a baunilha e o açúcar e bata 6min/37º/vel 3. Junte o óleo e misture 30seg/vel3.

Junte a farinha, a canela e o fermento e misture 10seg/vel3.
Retire a borboleta , junte 120gr de nozes picadas e a cenoura reservada e misture 10 seg/vel3, caso as mesmas não fiquem bem envolvida, faça-o com a espátula.

Unte duas formas de 22/24 cm de diâmetro com manteiga e polvilhe com farinha, divida a massa de igual forma pelas duas formas e leve ao forno cerca de 25 /30 minutos. O tempo pode variar de forno para forno, nada melhor que ir vigiando e fazer o velhinho teste do palito que sai sempre bem.

Apague o forno retire o bolo e deixe arrefecer uns 10 minutos antes de desenformar.
Deixe arrefecer completamente antes de rechear e decorar.

Preparação cobertura e recheio:
No copo bem limpo e seco, coloque a borboleta e as natas e bata na velocidade 3,5 sem tempo e vá vendo pelo bocal da tampa quando as mesmas estão montadas. Retire e reserve.
Sem lavar o copo, coloque o queijo, o açúcar, 3 colheres de sopa de caramelo reservado e bata 40seg/vel3. Retire, junte as natas e com a ajuda de uma espátula envolva bem. Leve ao frio .

Montagem:
Coloque uma colher de sopa do creme no prato em que vai servir o bolo, coloque um dos bolos por cima, coloque uma porção generosa de creme, coloque o outro bolo por cima, barre o bolo todo com o restante creme, leve ao frio umas 2 horas. Retire, verta o caramelo com cuidado, deixe o mesmo escorrer e cobrir a parte de cima do bolo, vai escorrer para as laterais, não faz mal. Leve ao frio novamente, 1 hora, retire e decore com as nozes de lado.
Guarde no frio até ao momento de servir.


sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Tarte de coco e chocolate – Paleo

Tarte de coco e chocolate – Paleo

Para o festejar o aniversário do meu pai saiu uma bela tarte de coco e chocolate, uma deliciosa combinação, com uma base de massa quebrada perfeita, ninguém notou que era diferente da tradicional.
Infelizmente no meio da festa não me lembrei de tirar foto ao interior da tarte, fica para uma próxima.








Ingredientes base:
110gr de óleo de coco
150gr de amêndoas sem pele
70gr de farinha de coco
60gr de farinha de araruta ou polvilho doce
40gr de açúcar de coco
2 ovos

Ingredientes recheio:
250gr de coco ralado sem aditivos
5 ovos
60gr de mel

Ingredientes cobertura:
150gr de chocolate com 74% de cacau ou mais
100gr de natas frescas

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º.
No copo limpo e seco coloque as amêndoas e pulverize 5seg/vel10, baixe com a ajuda da espátula os resíduos da parede do copo.

Junte os restantes ingredientes da base e envolva 15seg/vel4.

Retire a massa e forre uma tarteira de 26 cm, com um garfo pique a massa.

Leve ao forno a 180º cerca de 5 – 8 minutos, dependendo de forno para forno.

 No copo coloque o coco ralado, as gemas e o mel e mexa 30 seg/vel3.

Verta e espalhe sobre a massa quebrada e leve ao forno a 180º por 10 minutos.
Retire e deixe arrefecer.

No copo limpo e seco coloque o chocolate e de 2 golpes de turbo, junte as natas e derreta 5 minutos/70º/vel2.

Verta sobre a tarte fria e espalhe com a ajuda da espátula ou as costas de uma colher.
E já esta simples e rápido.

Se não quiser pode servir sem o chocolate ou fazer mini tartes.







Receita massa quebrada bimby cookidoo.

Papa de arroz, maçã e papaia – Bebés

Papa de arroz, maçã e papaia – Bebés

(a partir dos 6 meses ou com indicação do seu pediatra)

E voltamos nós as papas e sopas e boiões e coisas saudáveis para os nossos bebés.
Sim o Luís já se iniciou na comida, e aos poucos vamos introduzindo novos sabores no seu dia-a-dia. Hoje foi dia de experimentar papa e de introduzir a papaia.



1 dose

Ingredientes:
150gr de água (para leite ler dicas no fim)
30gr de farinha de arroz ( a bimby faz)
80gr de papaia
70gr de maçã



Preparação:
Coloque no copo da bimby a papaia e a maça e triture 5seg/vel5, junte a farinha e a água e programe 8 minutos/100º/vel2, (se for servir assim feita com água triture agora) 30seg/vel7.
Retire e espere amornar para servir.
Se for usar leite materno ou adaptado triture depois de amornar e juntar o leite.
Truque e dicas:
- Pode usar qualquer tipo de leite ou bebida vegetal, ou água, nas mesmas quantidades.
- Se o seu bebé consome leite adaptado, faça a papa com água, deixe arrefecer até aos 60º e junte a quantidade de leite em pó respectivo as 150ml de água e misture 30seg/vel7



- Se o seu bebé, bebe leite materno, reduza a água para 120gr, deixe arrefecer até aos  40º e adicione leite materno até ter a consistência desejada. (não é perfeito eu sei, mas o leite materno não deve ser aquecido a mais de 40º)

Já sei que vão querer saber mais sobre estes saquinhos, podem ver tudo aqui nesta página:
E aproveitem que esta a decorrer um passatempo na minha página.


Tomate em pedaços - conserva.

Tomate em pedaços - conserva.

Se fazemos polpa de tomate para durar o ano inteiro, porque não fazer tomate em pedaços em conserva e não ficarmos com a arca cheia de sacos e saquinhos de tomate congelado, até porque muitas de nós não tem espaço para tal.

Cor da conserva, pode variar entre o laranja e o vermelho vivo, tudo tem haver com o estado de maturação e a qualidade do tomate que usa.

Conservação desta conserva, se seguir esta receita pode guardar os frascos na dispensa o ano inteiro… sim leu bem o ano inteiro sem ganhar bolor e na dispensa em local seco e escuro.

Pois desta forma fica completamente pasteurizado… não para pasteurizar não basta colocar em frascos quentes e a polpa quente e virar de cabeça para baixo, assim apenas os fecha a vácuo.
Sim sigo esta técnica para tudo que quero que dure o ano inteiro, inclusive os doces e compotas, perde mais 30 minutos mas ficam as coisas bem feitas.



Ingredientes:

2kg kg de tomates cortados 4 sem pele e nem sementes (peso já limpos)
6 dentes de alho opcional
1 colher de Chá de sal
50 g de azeite
Preparação:
Coloque um tacho grande água e deixe ferver.
Vamos pelar os tomates, faça um cuz com uma faca no cimo de cada um.



Coloque os tomates na água a ferver e espere 2 minutos, retire e coloque em água fria, depois é só puxar a pele que sai num instante. Abra os tomates e retire as sementes, coloque num escorredouro.



Colocar alho e o azeite no copo e programar 6seg/ vel5. E refogar 4 min/100/vel1, coloque a borboleta e junte os tomates e programe 20 min/temp. Varoma / vel 1, na TM5 use os 120º. Em vez do copo de medida coloque o cesto sobre a tampa da bimby para evitar salpicos.

Enquanto isso esterilize os frascos, pode fazer de várias maneiras. Pode encher os frascos até meio com água e colocar no micro-ondas 10 minutos na potência máxima.
Pode colocar no forno sem água 10 minutos a 180º
Pode colocar num tacho com água e deixar ferver 2 minutos.
Eu opto pelo tacho nesta receita.



Retire os frascos da água quente, coloque o tomate quente lá dentro, feche os frascos bem fechados. Volte a colocar os frascos dentro da água quente no tacho e deixe ferver por 20 minutos, com a cabeça para cima.
( a foto é da popa que me esqueci de tirar a conserva)



Depois e só depois de ferver os 20 minutos, com muito cuidado retiramos e viramos de cabeça para baixo até arrefecer.

Quando frios vira de cabeça para cima e guarda na dispensa.

Não precisa de ser guardada no frigorífico, conserva-se durante meses na dispensa, pois fica fechada a vácuo.

Polpa de tomate temperada ou clássica – mais concentrada


Polpa de tomate temperada ou clássica – mais concentrada

Já tinha e tenho no blogue a receita de polpa de tomate, rápida de se fazer. Mas como leva sementes e pele fica mais liquida, mesmo deixando apurar mais tempo, e também rende mais, pois as sementes também ocupam espaço.
Desta vez decidi ter um pouco mais de trabalho, e fazer com que ela fique como as de compra, espessa.
Pode seguir a receita com ervas ou colocar somente o tomate e ficar simples, assim temperada é óptima para guisados, ou mesmo para base de pizza.

Cor da polpa, pode variar entre o laranja e o vermelho vivo, tudo tem haver com o estado de maturação e a qualidade do tomate que usa.

Conservação da polpa de tomate, se seguir esta receita pode guardar os frascos na dispensa o ano inteiro… sim leu bem o ano inteiro sem ganhar bolor e na dispensa em local seco e escuro.

Pois desta forma fica completamente pasteurizado… não para pasteurizar não basta colocar em frascos quentes e a polpa quente e virar de cabeça para baixo, assim apenas os fecha a vácuo.

Sim sigo esta técnica para tudo que quero que dure o ano inteiro, inclusive os doces e compotas, perde mais 30 minutos mas ficam as coisas bem feitas.




Ingredientes:

1.200 kg de tomates cortados em pedaços sem pele e nem sementes ( peso já limpos)
300gr de cebola, cortada ao meio
3 dentes de alho
6 pés de salsa
5 folhas de manjericão (ou uma colher de chá caso sejam secas)
2 pés de tomilho, (ou uma colher de chá caso sejam secas)opcional
2 pés de alecrim, (ou uma colher de chá caso sejam secas) opcional
1 colher de Chá de sal
30 g de azeite
(pode substituir estas ervas por outras a gosto)

Preparação:
Coloque um tacho grande água e deixe ferver.

Vamos pelar os tomates, faça um cuz com uma faca no cimo de cada um.



Coloque os tomates na água a ferver e espere 2 minutos.



Retire e coloque em água fria, depois é só puxar a pele que sai num instante. Abra os tomates e retire as sementes, coloque num escorredouro, e limpe todos, 2.500kg de tomate dá 1200kg de tomate limpo. Quando terminar de limpar, pressione os mesmos contra o escorredouro para sair o excesso de água.

Colocar, a cebola, o alho e o azeite no copo e programar 6seg/ vel5. E refogar 7 min/100/vel1, junte os tomates e programe 30 min/temp. Varoma / vel 1, na TM5 use os 120º. Em vez do copo de medida coloque o cesto sobre a tampa da bimby para evitar salpicos.

Enquanto a popa faz esterilize os frascos, pode fazer de varias maneiras. Pode encher os frascos até meio com água e colocar no micro-ondas 10 minutos na potencia máxima.
Pode colocar no forno sem água 10 minutos a 180º
Pode colocar num tacho com água e deixar ferver 2 minutos.
Eu opto pelo tacho nesta receita.



Quando a bimby terminar, junte as ervas e o sal pelo bocal da tampa, aguarde 2 minutos, coloque o copo de medida e triture progressivamente vel 3,5 e7 durante 1 minuto.

Quando terminar de triturar aguarde 5/8 segundos antes de abrir a tampa da bimby,  isto na TM31 para que o liquido estabilize.

 Retire os frascos da água quente, verta a polpa quente lá dentro, feche os frascos bem fechados. Volte a colocar os frascos dentro da água quente no tacho e deixe ferver por 20 minutos, com a cabeça para cima.



Depois e só depois de ferver os 20 minutos, com muito cuidado retiramos e viramos de cabeça para baixo até arrefecer.


Quando frios vira de cabeça para cima e guarda na dispensa.

Esta polpa não precisa de ser guardada no frigorífico, conserva-se durante meses na dispensa, pois fica fechada a vácuo.